Últimas notícias
Home / Notícias / Grande parte da população paraibunense já recebeu a imunização contra o sarampo no município

Grande parte da população paraibunense já recebeu a imunização contra o sarampo no município

O Departamento Municipal de Saúde, por intermédio da Divisão de Vigilância em Saúde de Paraibuna está atento aos trabalhos de imunização contra o sarampo no município, que tem como público-alvo: crianças de 6 meses a pessoas de 59 anos de idade, além dos profissionais da área da Saúde.

A vacina tríplice viral está prevista no Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, é aplicada aos 12 meses de idade, com reforço aos 15 meses, e oferece imunização contra sarampo, caxumba e rubéola. As crianças entre 6 a 11 meses de idade devem comparecer à Unidade de Saúde para tomar a dose inicial, crianças, adolescentes e jovens adultos com idade entre 1 e 29 anos devem ter duas doses da vacina, adultos entre 30 e 59 anos precisam ter, pelo menos, uma dose comprovada e profissionais da área da saúde, duas doses.

Segundo informações do setor responsável pela vacinação, atualmente são poucos os paraibunenses não imunizados porque a maioria das pessoas ligadas ao público alvo está com a carteira de vacinação em dia e, portanto, já possui as doses recomendadas pelo Ministério da Saúde para proteção contra a doença.

O Governo Municipal orienta sobre a importância da vacinação contra o sarampo por se tratar de uma doença altamente contagiosa e, por esta razão, a vacina é fundamental para garantir a proteção necessária aos munícipes. As pessoas devem comparecer, munidas do cartão de vacinação, no Centro de Saúde – na sala de vacina – de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h.

SOBRE O SARAMPO

O sarampo é uma doença infecciosa, transmissível e extremamente contagiosa, podendo se tornar grave especialmente em crianças e adultos jovens. A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, por meio de secreções respiratórias, e OS PRINCIPAIS SINTOMAS SÃO FEBRE ALTA (ACIMA DE 38,5º) E MANCHAS VERMELHAS PELO CORPO (COM INÍCIO NA FACE E ATRÁS DAS ORELHAS), ACOMPANHADAS DE SINTOMAS RESPIRATÓRIOS, COMO TOSSE OU CORIZA, OU CONJUNTIVITE.

A forma mais eficaz de prevenir o sarampo é a vacina, mas a dose é contraindicada para mulheres grávidas, indivíduos imunodeprimidos (com baixa imunidade, como pessoas submetidas a tratamento de leucemia e pacientes oncológicos). Em caso de dúvida, procure uma Unidade Básica de Saúde ou entre em contato com a Divisão de Vigilância em Saúde de Paraibuna pelo telefone 3974-2136.

Saiba mais sobre a doença, através do link: https://saude.abril.com.br/medicina/o-que-e-sarampo-saiba-mais-sobre-a-doenca-por-tras-de-surtos-no-brasil/